iPhone Esquentando: o que pode ser?

Se você lida com o iPhone esquentando facilmente, com certeza quer saber qual o problema, e o que pode solucionar. Neste artigo, falaremos um pouco sobre o assunto, dando-lhe informações que você vai gostar de saber.

Uso do GPS (pouco provável)

O uso do GPS pode aquecer bastante o iPhone, já que ele usa boa parte da memória, de modo a usar muito a bateria e o processador. O uso alto dessas duas coisas pode causar o aquecimento do iPhone.

O GPS é usado em segundo plano, mas consome muito mais do que o imaginado. Portanto, o uso do GPS pode ser cessado para evitar o iPhone esquentando.

Procure então fechar o aplicativo quando não estiver usando.

  1. Conexão com o carregador

O carregador passa energia para o iPhone, e essa energia vai para a bateria e para o processador.

O processador acaba então gerando mais calor para o corpo do iPhone. Isso porquê processador dar carga ao gadget.

Isso já é o suficiente para aquecer o iPhone por si só. Porém, ele esquenta ainda mais quando você usa no mesmo momento em que ele está carregando.

Portanto, é vital que se evite o uso do iPhone quando o mesmo estiver no carregador, para evitar que ele acabe esquentando, e até mesmo forneça algumas queimaduras e alergias (sim, isso é possível).

  1. Passar muito tempo em uma ligação

Muitas vezes, tendemos a ficar muito tempo em uma ligação, falando com amigos, familiares ou nosso companheiro, e isso, por si só, não faz com deixa o iPhone esquentando sozinho. Então por que está na lista?

A resposta é simples: a ligação, junto dos Apps apertos em segundo plano é o grande causador do problema. Como assim?

A ligação usa muito do processador, e juntamente com os aplicativos abertos, a situação não fica na boa.

O celular precisa usar mais do processador, e acaba exigindo que o mesmo esquente para conseguir rodar os aplicativos em segundo plano juntamente com a ligação.

Dessa forma, precisamos fechar os aplicativos na hora em que estivermos na ligação. Essa recomendação é ainda mais importante para quem não tem fones de ouvidos e precisa ficar com o celular no rosto.

  1. Aplicativos que exigem muito do iPhone

O problema do iPhone esquentando também pode ser causado por aplicativos que consomem muito o processador, de modo a acabar deixando o celular lento e quente.

Alguns Apps e jogos continuam abertos, mesmo depois de termos saído do mesmo, o que pode acabar causando o problema de superaquecimento.

Assim, ao sair de um aplicativo, tenha certeza de que ele realmente está fechado, e evite acabar deixando o mesmo aberto por medo de perder o progresso de algo.

Como evitar que o iPhone esquente

Lidar com o iPhone esquentando facilmente pode ser bem ruim. Portanto, há algumas dicas que você pode seguir para evitar que ele continue assim:

  • Não deixe que seu celular fique exposto ao sol ou lugares muito quentes e fechados, como no caso de um carro desligado por muito tempo ou aparelhos com TVs e computadores.
  • Evite o uso do iPhone quando este estiver conectado ao carregador.
  • Procure fechar os aplicativos que estão sendo executados em segundo plano sempre que possível, de modo a manter a vida útil da bateria do aparelho por ainda mais tempo longe das tomadas.
  • Tome cuidado ao decidir fazer o Jailbreak, pois ele também pode causar superaquecimento do iPhone.
  • Evite o uso de carregadores de camelô ou de lojinhas não oficiais, já que as cópias podem acabar prejudicando o funcionamento do seu iPhone.

Dessa forma, o iPhone esquentando será um problema que você precisará lidar apenas em situações raras, e você poderá aproveitar melhor o seu dispositivo.

iPhone Fake: como reconhecer

Você acaba de comprar seu smartphone, mas, embora ele pareça bem autêntico, você acaba tendo uma dúvida: será que você está com um iPhone Fake?

Para ajudar a identificar, leia o artigo a seguir, que vem lhe trazendo dicas praticas para distinguir o original do falso em pouco tempo.

 

Construção, primeiro marco

A primeira coisa a que você se refere ao comprar um iPhone é sua estética. Ele participa plenamente do sucesso desses dispositivos e é justamente por isso que os falsificadores farão de tudo para tornar o iPhone fake o mais verdadeiro possível em sua construção.

Você precisará prestar atenção a 3 pontos essenciais: estética geral, cartão de memória e slots para cartão SIM.

 

Estética geral

A originalidade do iPhone é justamente sua estética. O dispositivo é reconhecido pela presença do logo da Apple (uma maçã com uma parte faltando) no verso e pela inscrição do nome “iPhone”.

O botão de bloqueio está localizado no lado superior direito, logo abaixo do slot do cartão SIM.

O botão de volume está localizado no flanco superior esquerdo. Quanto ao botão home, geralmente redondo, está localizado na parte inferior da tela.

O ideal seria tomar como referência as imagens do modelo de sua escolha no site oficial da Apple e fazer uma comparação no caso de você comprar seu iPhone em um site não oficial.

 

Os slots para cartão de memória e cartão SIM

Se houver um ponto em que você pode reconhecer uma falsificação de um iPhone original, é o slot para cartão de memória.

Diferentemente da maioria dos smartphones, eles não os têm, porque sua memória interna é geralmente muito importante, com capacidades de 32, 62 e 128 GB.

Se os recursos do seu modelo possuem um slot Micro SD, é uma farsa.

Por outro lado, o iPhone é um único smartphone SIM. Até o momento, a Apple ainda não construiu modelos Dual SIM. Então, se o seu modelo tem mais de um slot para cartão SIM, é um iPhone fake.

 

Número de série e IMEI, referências de tamanho

Um iPhone, como qualquer smartphone, é projetado sob um número de série e um número IMEI (International Mobile Equipment Identity).

Se o número de série for o número de fabricação do telefone, o IMEI é um identificador, composto de 15 a 17 dígitos, permitindo que a operadora de rede móvel identifique os terminais de telefonia.

Se o iPhone tiver sido fabricado pela Apple, o telefone deve ser listado no banco de dados do fabricante por meio dessas duas referências de tamanho.

Eles são realmente únicos para cada modelo e são verificáveis ​​de 3 maneiras:

  • Na caixa
  • Diretamente no telefone
  • No site oficial da Apple
  • Nas configurações do iPhone

Neste último caso, a verificação é feita nas configurações gerais, mais precisamente na seção “informação”.

 

Aplicações nativas

Por mais trivial que pareça, os aplicativos também são um marco para distinguir um iPhone real de uma farsa. De fato, um dispositivo original possui várias aplicações nativas, como:

  • Mensagem
  • Música
  • Calculadora
  • Fotos
  • Mapas
  • Notas
  • iTunes Store (App Stores)
  • E outras aplicações

Tudo isso é o sistema operacional iOS que garante. Uma restauração da versão original do sistema operacional verificará os aplicativos nativos do telefone.

Se a restauração resultar no desaparecimento do último, o seu dispositivo é certamente um iPhone fake.

Sincronização do iTunes

Como parte de aplicativos nativos, o iTunes é um aplicativo que sincroniza arquivos multimídia (fotos, vídeos, músicas, etc.) com o seu iPhone.

Se é um ponto de referência para distinguir um verdadeiro iPhone de uma falsa, é porque é o único aplicativo capaz de reconhecer um iPhone original.

Sincronização e restauração são as duas opções para saber se o seu iPhone é original ou não.

Para sincronizar, basta conectar seu telefone ao computador por meio de um cabo USB. Quanto à restauração, é feito através do botão “Restaurar o iPhone no iTunes”.

 

Assistente de voz Siri

Siri é o assistente de voz pessoal específico do sistema iOS. Oferece acesso rápido a alguns recursos do seu telefone.

Seja para ligar para um contato, enviar um SMS ou um e-mail, pesquisar na web ou no GPS, a Siri é projetada para executar todas essas tarefas por controle de voz.

Como tal, Siri representa uma referência verdadeira da autenticidade do seu dispositivo. O teste da SIRI permitirá que você saiba se o seu iPhone é real ou se o seu assistente de voz foi desbloqueado.

Assim, não deixe de testar todos os recursos através dessas dicas, pois somente assim você poderá ter certeza de que realmente se trata de um dispositivo original, e não de um iPhone fake.